Pessoa Física Imposto 2018 – Consultar, Programa, Dúvidas

Uma das coisas que mais tiram o sono do povo brasileiro, sem dúvida, são os impostos, e nesse quesito o Imposto de Renda reina absoluto. Todos os anos os cidadãos precisam desembolsar um determinado valor para quitar o Imposto de Renda. E se você já está preocupado com o Imposto de Renda Pessoa Física 2018, continue lendo, pois tiraremos aqui suas dúvidas.
imposto-de-renda-pessoa-fisica

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Porque declarar

Por precisar custear investimentos do Estado e programas sociais, o Governo Federal vê na arrecadação de Imposto de Renda uma boa forma de fazer isso. Assim, o cidadão precisa contribuir todos os anos, de acordo com o seu ganho mensal, ou seja, quanto mais ele ganhar, mais terá que contribuir.
Se espera para 2018 cerca de 30 milhões de contribuintes ao imposto de renda.
Mas, e se eu não quiser declarar o Imposto de Renda Pessoa Física 2018? Bem, nesse caso, acho melhor pensar muito bem, pois sonegar imposto é crime, por isso, nada de procurar encrenca com a Receita Federal.

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Quem precisa declarar

Como foi dito anteriormente, a declaração depende da renda, e apesar de ser obrigatória, muitos cidadãos acabam não precisando declarar, ficando isentos de fazer declaração do Imposto de renda pessoa física 2018, já que  não possuem uma renda mínima mensal que justifique a declaração.
Requisitos para declaração do Imposto de renda pessoa física 2018:

  • Cidadãos que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.123,91durante o ano ano base ( o ano de 2017);
  • Cidadãos com rendimentos isentos, não-tributáveis, cuja soma seja maior que R$ 40 mil no ano de 2017;
  • Cidadãos que tiverem a posse de bens, inclusive terrenos, de valor total maior que R$ 300 mil;
  • Trabalhadores que arrecadaram, em  2017, um valor superior a R$ 140.619,55 proveniente de atividade rural ;
  • Cidadãos que tiveram um ganho de posses na transferência de bens ou direitos ou efetuaram operações em bolsas de valores estrangeiras, artigos ou  assemelhados.

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Quem NÃO precisa declarar

Então, como dito acima, alguns cidadão são isentos da declaração, ou seja, não precisam fazer a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2018, veja  quem são:

  • O cidadão que possuir renda mensal de até 1.903,98 (de acordo com a tabela de 2016);
  • Beneficiário de aposentadoria, pensão ou reforma;
  • Cidadão que obtém posse de bens e direitos, desde que o valor total de até R$ 300.000,00;
  • Cidadão portador de doenças graves como: AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida); Alienação Mental;  Cardiopatia Grave; Cegueira; Esclerose Múltipla; Espondiloartrose Anquilosante; Fibrose Cística (Mucoviscidose); Hanseníase; Hepatopatia Grave; Neoplasia Maligna; Paralisia Irreversível e Incapacitante; Tuberculose Ativa; Contaminação por Radiação; Doença de Paget em estados avançados; Doença de Parkinson; Nefropatia Grave.

como-declarar-imposto-de-renda-pessoa-fisica

Tabela do Imposto de Renda Pessoa Física 2018

É estipulada a cada ano pelo Governo Federal uma tabela do Imposto de Renda, na qual são representadas as alíquotas (percentual que será aplicado para o cálculo do valor do tributo), tabela essa, no entanto, que ainda não foi divulgada.

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Como declarar

Agora que já sabe que não tem como escapar da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2018, veja como realizar a sua declaração.
Embora a declaração possa ser feita de várias formas, todas elas, no entanto, são somente online, ou seja, você pode fazer de casa mesmo.
Como o cronograma de 2018 ainda não foi divulgado, tomaremos como base o de 2017.
1- Dentre as muitas opções para fazer a sua declaração, uma é por meio do  aplicativo “IRPF” disponível para Tablets e Smartphones.
aplicativo-imposto-de-renda-pessoa-fisica

  • Primeiramente, instale a APP no seu aparelho;
  • Realize seu cadastro, preenchendo os campos solicitados.

2- Outra opção é através do site oficial da Receita Federal, nesse caso, precisando instalar o Gerador de Declaração para computadores

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Procure o banner “IRPF 2018
  • Clique na opção “Download do Programa”;
  • Escolha o tipo entre as opções da plataforma do seu computador;
  • Clique em “Programa IRPF 2018”.
  • Após instalar o programa, clique na opção “Nova Declaração” se essa for a sua primeira declaração neste computador.
  • Porém, se você já tiver feito alguma declaração neste aparelho, clique em “Importar dados IRPF 2017”.
  • Em seguida, escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual” e espere abrir uma nova janela.
  • À esquerda da tela terá um menu com o seu guia de declaração do Imposto de Renda 2018.
  • Depois de achá-lo, preencha os seguintes dados: Dependentes; Alimentandos; Rendimentos; Imposto pago/retido; Pagamentos efetuados; Doações efetuadas; Bens e direitos; Dívidas e ônus reais; Espólio; Importações; Renda; Entre outras informações.
  • Ao finalizar, é só confirmar os dados para que não hajam erros.
  • No resumo encontrará as informações de quanto gastou durante o ano em impostos e se terá direito a uma restituição.
  • Após se certificar que as informações estão corretas, é só clicar em “Entregar Declaração”, abaixo à esquerda da tela.
  • Pronto, após enviar, imprima um recibo da declaração. Para isso, no menu acima da tela, selecione o item Declaração”, escolha a opção “Imprimir” e “Recibo”.

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Restituição

restituicao-imposto-de-renda-pessoa-fisica
Vale saber que, caso tenha pago a mais em sua declaração, esse valor será reembolsado. O pagamento da Restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2018 será realizado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB.
Para consultar a sua restituição é só clicar aqui. E se quiser conferir o calendário completo da restituição, poderá consultar os lotes de restituição do Imposto de Renda 2018, clicando aqui.

Imposto de Renda Pessoa Física 2018 – Multa

Vale ressaltar que não é nada recomendável deixar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2018 para última hora, já que, normalmente, há um enorme congestionamento no site devido, justamente, aos retardatários, o que pode acabar prejudicando sua declaração, podendo até gerar multa por atraso! E claro que você não quer isso, não é?
Por isso, a dica é planejar com antecedência sua declaração de Imposto de Renda pessoa física 2018!

Este está em alta, confira!