Quotas Imposto de Renda 2018 – Consultar, Programa, Duvidas

Antes de saber sobre Imposto de Renda Quotas 2018, ou seja, a opção de parcelar o pagamento do Imposto de Renda,  primeiramente, vamos saber se você faz parte do grupo dos que precisam fazer a declaração.
imposto-de-renda-quotas

Quem deve declarar –  Imposto de Renda Quotas 2018

São obrigados a declarar Imposto de Renda, aqueles que:
– Receberam, no ano de 2017, rendimentos tributáveis que totalizaram mais de R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal com valor de mais de R$ 1.903,98 mensal;
– Contribuintes que tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00;
– Para os trabalhadores do campo é obrigatório fazer a declaração do Imposto de Renda, caso o rendimento anual bruto de renda rural seja acima de R$ 128.308,50;
– Contribuintes que investiram qualquer valor em bolsas de valores, mercado de capitais ou similares;
– Contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil.
– Trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse seja usado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias
Vale deixar claro que sonegar qualquer imposto é crime, sendo assim se você se enquadra na obrigatoriedade de declarar o imposto de renda 2018, mas não declarar o mesmo, pode receber punição com multas e detenção de até 02 anos com regime fechado de prisão.

Dúvidas – Imposto de Renda Quotas 2018

duvidas-quotas-imposto-de-renda
Uma das muitas dúvidas está relacionada ao parcelamento do IRPF, que é uma das formas de quitar o pagamento, caso o contribuinte não tenha condições de realizar o pagamento do débito à vista.
Para os contribuintes com pendências com a Receita Federal é dada a possibilidade de regularizar o débito e pagar o valor em parcelas, ou quotas, facilitando a quitação.
Porém, antes de fechar o parcelamento, é preciso que o contribuinte analise se parcelar o Imposto de Renda será vantajoso.
Para entender melhor, o pagamento do imposto pendente pode ser realizado de duas formas, entenda a seguir:
– Pagamento do IRPF à vista – pagamento em uma única parcela avista, onde o contribuinte quita o saldo total devedor;
– Pagamento do IRPF parcelado – O pagamento parcelado tem incidência de juros (SELIC).
É preciso muita cautela na hora de decidir a forma de pagamento do Imposto de Renda, principalmente se esse pagamento for parcelado, vale avaliar muito bem, pois nem sempre o parcelamento é mais vantajoso.

 Como funciona – Imposto de Renda Quotas 2018

O contribuinte, portanto, pode escolher entre fazer o pagamento à vista ou parcelar em até oito vezes, com a incidência de juros. Para parcelar o débito, o valor do imposto a pagar deve ser igual ou superior a 100 reais e cada cota deve ter valor mínimo de 50 reais.
calcular-quotas-imposto-de-renda
Impostos a pagar inferiores a 10 reais não são quitados neste ano. Nesse caso, o débito é transferido para a declaração dos próximos anos e deverá ser pago pelo contribuinte apenas quando seu valor for igual ou superior a 10 reais.
Para que os contribuintes possam decidir qual forma de pagamento é mais vantajosa, é preciso conhecer como funcionam ambas e as características das mesmas.
– Conheça as diferenças a seguir:
– A quitação de uma única parcela no caso do pagamento a vista, o que não acontece quando o pagamento é parcelado, você fica preso mensalmente a uma mensalidade que varia de valor, por conta da taxa do Selic;
– No pagamento a vista não há incidência de Selic, no parcelado sim;
– O pagamento parcelado só pode ser realizado pelas as instituições parceiras vinculadas e credenciadas pela a Receita Federa;
– O parcelamento só pode ser realizado em debito automático;
Portanto, a dica é, claro, caso o contribuinte tenha condições de realizar o pagamento a Vista, esse é o método mais indicado, pois o contribuinte estará livre da cobrança de juros sobre o valor do IRPF 2018;
Porém, claro, o que não pode acontecer é deixar de pagar, por isso, caso não tenha dinheiro suficiente para quitar o pagamento à vista, este deverá ser feito através de parcelamento, uma maneira mais branda de quitar os débitos junto à receita Federal.
Imposto de Renda 2018
Vale lembrar que o imposto de renda é uma declaração anual que deve ser realizada pelos contribuintes que se enquadrarem dentro das especificações acima relatadas.
E mais, caso o contribuinte apresente a declaração do IR com pendências, ele correrá o risco de cair na Malha Fina do imposto de Renda 2018, por isso, é fundamental tomar cuidado redobrado na hora de elaborar a sua declaração.
Por fim, mas nem por isso menos importante, vale lembrar que a prestação de contas não deve omitir nenhuma informação, pois a Receita Federal tem todo o levantamento realizado junto aos dados disponibilizados na Receita.
Portanto, realize sua declaração com muita atenção, sem omitir nenhum detalhe, para que a sua declaração de IR não caia na malha fina.

Este está em alta, confira!


1 comentário

Aroldo Borges · 02/04 às 12:40 pm

quando vence a primeira parcela do imposto de renda? preciso saber o dia e o mês por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *